Capa » Gravidez » Tipos de gravidez » Gravidez gemelar » Quais são as causas de uma gravidez gemelar?

Quais são as causas de uma gravidez gemelar?

Gravidez múltipla, gémeos

Ainda que os casos de gravidezes múltiplas sejam bastante escassos, a verdade é que continuam a ocorrer. Além disso, desde que se têm posto em prática novas técnicas de fertilização, o número destes casos tem vindo a aumentar. Alguma vez te perguntaste o que é que pode fazer com que determinadas mulheres dêem à luz mais do que um bebé?

Ora, estar grávida de mais do que um bebé não é algo que suceda por acaso. Existem causas que podem fazer com que sejas a candidata perfeita para conseguir uma felicidade multiplicada por dois... ou por três, ou mesmo quatro!

Ainda que seja motivo do dobro da felicidade, uma gravidez múltipla é uma gravidez que implica determinados riscos, os cuidados a ter devem ser maiores e tem que se estar preparada. Se estás a pensar em engravidar, tens que ter em conta os seguintes fatores, para que te possas preparar no caso em que venhas a ser uma mamã com sorte dupla.

Influência hereditária: Se algum dos teus antepassados teve uma gravidez múltipla, tens mais probabilidades de vir a ser mãe de gémeos verdadeiros ou falsos.



Partos anteriores: Se já deste à luz previamente, a probabilidade de teres uma gravidez múltipla aumenta. De igual forma, se já tiveste uma gravidez múltipla anteriormente, a probabilidade de voltares a ter outra  é maior.

Gravidez em idades avançadas: Há cada vez mais mulheres que engravidam depois dos trinta e a probabilidade de ter uma gravidez múltipla aumenta a partir desta idade. Esta é outra das causas que justifica que o número de gravidezes múltiplas tenha vindo a aumentar.

Influência genética: Fatores como a raça também podem influenciar as probabilidades de se ter uma gravidez múltipla. As mulheres afroamericanas, em comparação com mulheres de outras raças, são as que têm mais probabilidades de ter uma gravidez múltipla em comparação com outras raças.

Fatores externos: Alguns tratamentos para fomentar a fertilidade aumentam a probabilidade de se ter uma gravidez múltipla. Por exemplo, alguns medicamentos que aumentam a produção de óvulos fazem com que, por vezes, mais do que um seja fecundado, dando lugar assim a mais de um bebé. De igual modo, a fertilização in vitro e outras técnicas de reprodução assistida aumentam o risco de uma gravidez múltipla. É bastante comum que casais que se submetem a este tipo de tratamentos acabem sendo pais de mais de um bebé.

Como podes ver, estas coisas não acontecem mesmo por acaso! Como tal, é aconselhável que, caso tenhas antecedentes ou te tenhas submetido a uma terapia de fertilização, faças por ter uma gravidez bastante controlada, para que não corras nenhum risco nem cometas nenhum erro que possa afetar-te a ti ou aos teus bebés.